Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Combate a Dengue é intensificado

Publicado em 24/11/2021 às 16:44 - Atualizado em 24/11/2021 às 16:46

A Vigilância Sanitária intensificou as atividades de conscientização e prevenção da Dengue.
Créditos: Crislei Borsoi Baixar Imagem

No último dia 20 de novembro foi celebrado o Dia Mundial de Combate a Dengue. Para lembrar a data, a equipe da Vigilância Sanitária de Formosa do Sul, intensificou as atividades de conscientização e prevenção da Dengue.

Na última quinta-feira foi realizada atividade com os alunos das escolas municipais Vida e Alegria E Primeiros Passos. Todos os alunos receberam uma cartilha e algumas sementes de Crotalária. Nesta semana foram realizadas visitas domiciliares para entrega da cartilha e das sementes da planta.

A Crotalária é uma planta de flor amarela que atrai a libélula que por sua vez se alimenta das larvas do Aedes Aegypti. De acordo com a fiscal de Vigilância Sanitária, Crislei Borsoi, a planta ajuda no combate ao Aedes Aegypti, mas não é a solução do problema. “A Crotalária vai ajudar no combate a infestação, mas os cuidados que sempre tomamos devem continuar como manter quintais e jardins limpos e sem água parada em qualquer recipiente”, frisa.

Ainda neste mês de novembro foi realizado o LIA – Levantamento de Índice para Aedes Aegypti. O LIA tem como objetivo identificar áreas com maior proporção ou ocorrência de focos, bem como dos criadouros predominantes, indicando o risco de transmissão de dengue, zika e chikungunya.

Foram inspecionados 246 imóveis, equivalente a 33% de imóveis do perímetro urbano, e coletadas 45 amostras de larvas. Destas, 38 apresentaram resultado positivo para o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Com o diagnostico foi 15.4%, ou seja, Formosa do Sul está caracteriza com um índice de alto infestação.

Crislei destaca que um dos maiores problemas encontrados nas residências, são depósitos de água sem as devidas adequações. “Qualquer deposito de água da chuva deve ter telinha na entrada calha e na entrada da caixa, com torneira instalada para retirada da água deste depósito para evitar abrir a caixa. Pedimos que todos façam a adequação dos depósitos para evitarmos a criação do mosquito nestes locais”, frisa a fiscal de Vigilância Sanitária.

 

 

Ana Cláudia Tasca

Jornalista 6442/SC

Município de Formosa do Sul

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar